PRESA FÁCIL! Em jornada pouco inspirada, Coxa vê o Galo passear no Horto e acaba goleado

Uma noite para o Coritiba esquecer. Errando muitos passes, sendo pouco criativo e ainda dando espaços na defesa, o Coxa foi facilmente derrotado por 3×0 pelo Atlético Mineiro, neste domingo (19) e desperdiçou a chance de praticamente se livrar do rebaixamento.

Ainda assim, o Alviverde segue quatro pontos à frente da zona de rebaixamento e pode consolidar a permanência na elite no próximo domingo (26), quando recebe o São Paulo no Couto Pereira. No entanto, ainda pode ver a diferença pra degola cair em um ponto, se a Ponte Preta vencer o Fluminense, nesta segunda-feira (20), no Maracanã.

O Coritiba até tentou começar o jogo marcando em cima, forçando um erro do Atlético Mineiro, mas a estratégia teve que mudar rapidamente. Logo com quatro minutos, em jogada trabalhada pela direita, Elias ajeitou para Otero pegar de primeira, de fora da área, e acertar o canto de Wilson, abrindo o placar no Independência.

O gol fez o Coxa baquear um pouco em campo. Na base do susto, o time tentou rapidamente ir para cima, mas os erros de passes impediam qualquer reação. Além disso, lá atrás os defensores batiam cabeça. Tanto que, aos 10, Valdívia recebeu passe de Fred e por pouco não saiu o segundo gol.

Mas aos 14, não teve jeito. Em nova bobeada, Marcos Rocha cobrou lateral dentro da área e Leonardo Silva subiu mais que todo mundo para cabecear e encobrir Wilson, fazendo 2×0 Galo.

Apático em campo, o Alviverde não conseguia jogar e ainda dava espaços para o adversário. O time até criava melhores jogadas lá na frente, mas marcava mal, além de a defesa ficar desatenta. Sem ter nada com isso, o Atlético Mineiro chegou ao terceiro com um golaço do meio-campo. Em rápido contra-ataque, Otero recebeu no campo de defesa e, assim que passou a linha divisória, viu Wilson adiantado e arriscou de lá mesmo, morrendo no fundo das redes.

Na tentativa de mudar a situação em campo, o técnico Marcelo Oliveira tirou Léo para colocar Daniel, com Dodô voltando para a lateral-direita. O objetivo era melhorar a criação do Coritiba, que estava perdido e com pouca força ofensiva.

A alteração não surtiu o efeito esperado. O Atlético Mineiro continuou dominando o jogo, sendo mais ofensivo, mas sem levar tanto perigo, até já relaxado pela vantagem adquirida. O Coxa, por sua vez, passou a levantar mais as bolas na área, mas perdia quase todas as divididas, sendo Victor um mero espectador em campo.

Com o passar do tempo, o Galo ia tirando cada vez mais o pé, apenas administrando o resultado. E não tinha dificuldades para isso. Pelo contrário. O Verdão seguia dando espaços, via o adversário chegar mais ao ataque e, sem forças para reagir, também esperou o apito final, para evitar que a derrota fosse por um placar ainda maior.

FICHA TÉCNICA

Atlético Mineiro 3×0 Coritiba

Campeonato Brasileiro 2017 – Série A – 36ª Rodada

Atlético Mineiro: Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Leonardo Silva e Fábio Santos; Yago, Elias (Gustavo Blanco), Otero, Valdívia (Cazares) e Robinho (Luan); Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira

Coritiba: Wilson; Léo (Daniel), Márcio, Werley e William Matheus; Jonas, Alan Santos, Tiago Real, Dodô e Getterson (Iago Dias); Kléber (Henrique Almeida). Técnico: Marcelo Oliveira

ícone campo Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

ícone bola Otero (4 e 31/1T) e Leonardo Silva (14/1T) pelo Atlético Mineiro.

ícone AM Fred (Atlético Mineiro). Léo, Kléber, Alan Santos, Werley, e Marcio (Coritiba).

Público total: 8.184 | Renda: R$ 114.410,00

 

FONTE: Ricardo Brejinski/Tribuna do Paraná

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s